Paula Gago @ 20:36

Sab, 22/10/11


Feliz o homem constante no temor de Deus, mas o que endurece o coração cairá no mal. Prov. 28:14.

 
 

Para muitos, o sucesso é considerado parte da felicidade. Mas pode o sucesso ser medido? Analisemos este assunto do ponto de vista de dois empresários. Um se acha bem-sucedido porque pensava vender 100.000 dólares e vendeu 110.000 em produtos. O outro, no entanto, vendeu 500.000 mil e se acha fracassado, porque queria alcançar um milhão. O que é sucesso para você? É possível defini-lo de alguma maneira? Se as coisas não saíram como queria, você é uma pessoa infeliz?

 

Se você sair pela rua procurando uma definição de sucesso, provavelmente conseguirá opiniões diferentes. É difícil definir e alcançá-lo?

 

O provérbio de hoje diz: “Feliz o homem constante no temor de Deus.” A característica do homem feliz, segundo o texto de hoje, não é necessariamente sucesso, mas constância. A intermitência destrói a vida. Você já percebeu que a intermitência é um sintoma de uma lâmpada que está chegando ao fim? O ser humano é intermitente por natureza. Um dia, está bem, e no outro sente-se mal. Um dia, acorda cheio de otimismo e vontade de conquistar o mundo. E, no dia seguinte, as nuvens negras do pessimismo parecem envolvê-lo por completo. Assim são as coisas nesta vida, mutáveis, inconstantes e passageiras.

 

Com Deus tudo é diferente, porque Ele é eterno. Por isso, o conselho do salmista é: seja constante no temor de Deus. “Temer a Deus”, no contexto bíblico, é tê-Lo sempre presente, não se esquecer dEle, ter consciência de que Deus está ao seu lado. É claro que se Deus é permanente e eterno, a pessoa que O busca todos os dias será constante. Seu caminho será um permanente crescimento. E até os dissabores, tristezas e dificuldades da vida serão instrumentos que o ajudarão nesse processo constante de ir em frente.

 

Como estão as coisas hoje com você? O sol brilha com toda a sua intensidade? Há nuvens escuras que o amedrontam? Precisa de forças para continuar a luta que iniciou? Procure Jesus antes de partir para as atividades do dia. Seu Deus é eterno. É a rocha dos séculos. Não muda, permanece sempre. Parta para as atividades com Ele e terá um dia feliz, porque “feliz o homem constante no temor de Deus”.

 

        Por

Pastor Bullón


sinto-me: muito triste mas confiante
|

Ligações
Arquivo
Pesquisar