Paula Gago @ 16:32

Sab, 08/01/11

"Se o Meu povo, que se

chama pelo Meu nome,

se humilhar, e orar e

buscar a Minha face,

e se converter dos seus

maus caminhos, então

Eu ouvirei dos Céus,

e perdoarei os seus

pecados, e sararei a

sua terra."

 

II Crónicas 7:14

 

Quando o pastor atendeu o telefone, imediatamente identificou o assunto. O irmão Roberto

tinha falecido. Dias antes, tinha estado em casa deste irmão a pedido da filha, e agora dirigiu-

se de imediato para lá.

Ao chegar, a filha informou-o que o seu pai tinha falecido numa posição bastante estranha:

a sua cabeça estava pousada na cadeira junto à cabeceira. O pastor sabia a razão de tal posição.

Lembrou-se da conversa que tinha tido dias antes com o Ir. Roberto.

Nesse dia, quando chegou ao seu quarto, ele viu a cadeira ao pé da cabeceira da cama e diri_

gindo-se para ela, de imediato o Ir.Roberto indicou-lhe outra cadeira.

_ Sabe Pastor, disse ele, esta cadeira é para Jesus.

_Como assim irmão?

_Pastor, há alguns anos eu não sabia como falar com Deus, e um amigo meu disse-me que deveria

falar com Ele, como se estivesse ao pé de mim. Para tornar mais real, decidi que Jesus se sentaria

ao pé de mim nesta cadeira e, dessa forma, poderia falar com Ele. Desde essa altura não houve dia

que não tivesse falado com Ele. Pastor, Jesus faz parte da minha vida. Percebe agora a razão de não

se poder sentar nesta cadeira?

Que experiência ! Claro que o Pastor compreendia e disse-o à filha. O Ir. Roberto tinha falecido com a sua cabeça sobre os

joelhos de Jesus.

Falamos nós com Jesus? Ele diz que quando nós, que dizemos que somos Seus filhos, nos humilharmos perante Ele, quando

colocarmos a nossa vida nas Suas mãos para nos corrigir e orientar, quando falarmos com Ele como um filho fala a seu pai,

quando buscarmos com todas as nossas forças a Sua presença e efectuarmos as necessárias mudanças na nossa vida, então

o nosso querido Jesus, com todo o carinho nos ouvirá, nos perdoará e dará toda a Sua ajuda para podermos enfrentar as

dificuldades e lutas da vida.

O que esperamos? O que necessitamos mais para aceitarmos o apelo de Deus?

 

Não permitamos que o dia de hoje passe sem que tenhamos estado bem junto a Jesus, a fim de termos o auxílio indispensável

da Sua presença no nosso coração.

Rui Dias

Igreja do Porto.

 

 

 

 


sinto-me: feliz com Jesus no meu coração
música: O Senhor esta aqui, nº470. hinário Adventista
|

Ligações
Arquivo
Pesquisar