Paula Gago @ 00:42

Dom, 02/05/10

Dia de todas as outras Mães porque o dia da minha MÃEZINHA é todos os dias.

eu amo-te muito minha Mãe.

Mãe

Tantos sentimentos envolvem

A palavra mãe! Tantos que eu

Nem sei se os saberei traduzir

Para o papel! Sentimentos esses

Que me envolvem e me enchem

Por completo!

Por exemplo, neste momento,

Sinto-me como que culpada de estar

tão longe…que nem sequer no único dia

Dedicado à Mãe poderei abraça-la, beijá-la

E dizer-lhe o quanto a amo. Dizer-lhe, afinal,

Que ela ainda me faz muita falta.

Mãe é um ser maravilhoso. Tem um dom especial,

A jeito de magia. Se há alguém que possa amar

Outro alguém, com toda a pureza de sentimentos,

Esse alguém é, sem dúvida, a mãe.

Desde o primeiro instante da gravidez de uma mulher

Que se podem ver todos os sentimentos que envolvem

Este grande milagre, que é a possibilidade que

Deus nos deu a nós, mulheres de sermos mãe.

Não há no mundo nada mais maravilhoso! Ela é,

Afinal, a que está sempre ali, ao nosso lado e

Que nos protege de tudo e de todos. E, no entanto,

Também a que nos deu um bofetão e nos fez chorar…

Mãe é aquele ser maravilhoso que nos pega nos seus

Braços, nos beija e nos leva para a cama, nos balança

Ao som de uma canção de embalar… que ela suavemente canta para nos fazer dormir.

Certo dia perguntei à minha filha mais velha quais eram os seus sentimentos a meu respeito.

Ela virou-se para mim e com as lágrimas nos olhos, disse-me: Mãe, tu és tudo para mim.

Sem ti eu nem sequer existia. Tu és a minha mãe e minha amiga

Amo-te muito e nunca me vou afastar de ti.

Tu és como o ar que eu respiro, o sol que apanho, e… sabes que mais?,

tu és, minha mãe, a minha vida…!

E ali estava ela a falar sobre os seus sentimentos a meu respeito…

e eu, então, já com as lágrimas a correrem-me pela face…

abracei-a e sem palavras…vi-me, há alguns anos atrás,

a dizer o mesmo á minha mãe e a fazer exactamente as mesmas promessas.

De repente, um arrepio enorme sacudiu todo o meu ser.

É que veio-me à lembrança a ideia de que também vai chegar a minha vez de ficar sem as minhas filhas.

Todos nós, um dia, crescemos e saímos dos nossos ninhos…

para voar para longe das vistas das nossas mães, que tanto amamos!

Para ti, minha mãe, quero que saibas que, mesmo apesar de longe,

eu me lembro sempre de ti e te amo.

 

Um grande abraço com  muito

amor e carinho e com o pedido de que me perdoes tudo o que te fiz de mal…

e o que, de bem, te não posso fazer. Primeiro como filha e , depois,

como mãe, o meu desejo é que o “dia da mãe” seja afinal…todos os dias.

Deveria ser todos os dias! E sempre cheios de bons momentos e recordações.

Mãe é, afinal, a palavra mais completa que alguém, alguma vez…já escreveu!

 

 

By: Paula Alexandra Gago

 

 

 


|

Ligações
Arquivo
Pesquisar